Vou antecipar um pouco o final do ano e deixar um resumo do que foi a época desportiva que esta prestes a chegar ao fim.

Hoje dei comigo a pensar na pegada digital que vou deixando na internet e particularmente no meu blog.

Escrevi testemunhos há algum tempo atrás que hoje bem vistas as coisas merecem alguma reflexão.

Recordo-me da primeira vez que consegui correr mais de K15…

Fiz um relato aqui no ROT.

https://rontour.wordpress.com/2011/02/23/ja-sei-o-que-acontece-depois-dos-15-kms/

Este fim de semana, em conversa com o meu amigo António Cruz, debatiamos sobre a superação. A capacidade de conseguirmos quebrar barreiras e afastar cada vez mais para a frente a nossa zona de conforto.

Nem consigo imaginar até onde isto pode ir.

Este é um bom exemplo disso :

No dia 23 de Fevereiro de 2011 escrevi uma a crónica sobre as sensações de correr um pouco mais de 15 quilómetros.

Hoje vou fazer o balanço do que foi a minha época desportiva de 2013, dezanove meses após a experiência de correr mais de K15.

Como tudo na vida o principal é a base, o treino:

Desde o início do ano foram 102 sessões de treino na estrada, há também uma componente de reforço muscular, que no meu caso é feita em casa com recurso a Swiss Ball, TRX, Tacx e aparelhos de musculação e que por vezes implica um treino bi-diário (que faço com muito prazer)

As 102 sessões de treino ao ar livre equivalem a aproximadamente 1517 quilómetros percorridos em treino específico, numa fase inicial sem acompanhamento técnico mas ultimamente com o aconselhamento do Eduardo Santos e do seu Centro de Treino.

Como tudo na vida é necessário formação.

Formação permite reduzir os erros e melhorar o desempenho em qualquer área do conhecimento.

Durante este ano participei em 18 provas.

Fiz três meias maratonas de estrada em Setúbal, Almada e Figueira da Foz e fiz a Maratona de Lisboa.

No Trail participei em 6 provas:

TTS – Trail de Sicó (K22), TP – Trilho dos Pastores (K30), MTA – Maratona de Trail de Almourol (K42), TVB – Trail Vale de Barris (K30), TVR – Trail Vila de Rei (K41) e no DRA – Dura Trail da Arrábida (K32)

E 8 desafiantes UltraTrail:

UTS – Ultra Trail de Sesimbra (K52), UTSM – Ultra Trail Serra de São Mamede (K100), UTSF – Ultra Trail Serra da Freita (K71), TTML – Trip Trail Monte da Lua (K53), UTNLO – Ultra Trail Noturno Lagoa de Óbidos (K51), GTSA – Grande Trail Serra D’Arga (K45), UTAX – Ultra Trail Aldeias de Xisto (K75), DTM – Doñana Trail Marathon (K73)

Só este ano consegui amealhar 10 pontos para o UTMB – Ultra Trail Mont Blanc e percorri em competição 822 quilómetros.

Não concluí a prova de Vila de Rei optei por sair da competição ao quilómetro 41 e também escrevi sobre isso: https://rontour.wordpress.com/2013/06/18/nunca-fez-tanto-sentido/

No próximo fim de semana vou encerrar o ano com a participação no UTAM – Ultra Trail dos Amigos da Montanha (K61) e no dia 21 de Dezembro fica concluída a participação em Trail com o TCE – Trail do Cabo Espichel (K30)

Vinte provas, 913 quilómetros em competição e 1517 em treinos.

Comecei a correr no dia 1 de Janeiro de 2011 e a competir em Abril no dia 15 nos 10 quilómetros da corrida do Benfica e no dia 23 de Fevereiro de 2011 escrevi “Já sei o que acontece depois dos 15km” 🙂

E acredito muito nisto:

“O impossível está a um passo da nossa superação, a partir do momento que nos superamos algo impossível se realiza.”

Anúncios

2 pensamentos sobre “Quase fim de ano…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s