Freita

C’um tom de voz nos fala horrendo e grosso,
Que pareceu sair do mar profundo.
Arrepiam-se as carnes e o cabelo
A mim e a todos, só de ouvi-lo e vê-lo.

Luís de Camões

Serra da Freita1

Adamastor é um mítico gigante baseado na mitologia greco-romana, referido por Luís de Camões em Os Lusíadas, também referido por Fernando Pessoa no poema O Mostrengo.

Representa as forças da natureza contra Vasco da Gama sob a forma de uma tempestade, ameaçando a ruína daquele que tentasse dobrar o Cabo da Boa Esperança e penetrasse no Oceano Índico, os alegados domínios de Adamastor.

O Gigante Adamastor, está presente em vários momentos da nossa vida  profissional, familiar ou desportiva.

A vertente desportiva é particularmente apetecível a esta figura de estilo. Soube da sua existência na Maratona, a famosa barreira dos 30 e tal quilómetros. Confesso que não sou muito crente, mas há sempre uma certa curiosidade em perceber “se vai aparecer, ou não”.

No meu caso, não o vi na Maratona, tão pouco a partir dos 30 quilómetros, que foi onde senti-me melhor.

Nem nos 100 quilómetros de Portalegre (UTSM) onde senti-me muitíssimo bem e completei em menos de 16 horas.

Agora apronta-se um novo desafio. Já me disseram que “Ele” estará lá, implacável.

UTSF

UTSFALT

Ultra Trail Serra da Freita, esta prova percorre os trilhos da Serra da Freita na distância de 70 Quilómetros e mais de 4000 metros de desnível positivo, ou seja, o sitio ideal para “ele aparecer”.

Sou novato nesta prova, vou participar pela primeira vez, e se é certo que estes desafios assustam (porque são vários que vamos enfrentar na mesma prova), também é certo que estou encantado com a possibilidade de participar e de superar o gigante Adamastor, seja lá quem ele for e esteja ele onde estiver.

Vou partilhar para mais tarde recordar, um pouco do que será esta prova, que ainda não tive oportunidade de conhecer.

As fotos foram retiradas das páginas do facebook dos atletas que estiveram a marcar o percurso.

Com a sua publicação acrescento uma pequena legenda. Lamento se cometer algum equivoco na identificação dos trilhos.

Começo pelo Trilho Sílvio Nora em homenagem a um atleta falecido

Trilho Salvio Nora

O trilho dos Três Pinheiros

Três Pinheiros

Trilho dos Abutres

Trilho dos Abutres

Trilho dos Aztecas

Trilho dos Azetecas

Trilho dos Incas

Trilho dos Incas

Trilho Melides – Tróia (uma mar de pedras 🙂 )

Trilho Melides - Troia

Vale de Cambra

Vale de Cambra

Planalto

Planalto

Aldeia do Muro

Aldeia do Muro 1

Aldeia do Muro

Aldeia do Muro

Caminhos de Pedra

Caminhos de Pedra

Covelo de Paivô

Covelo de Paivô

Drave

Drave1

Drave

Drave

Percurso de rio de 1,5K

555744_438278046204179_932439204_n

Acesso ao Trilho da Besta

Acessso ao Trilho da Besta

Caverna no Trilho da Besta

Caverna no trilho da Besta

Entrada doTrilho da Besta

Entrada da Besta

Subida da Besta

Subida da Besta1

Subida da Besta aos 48K

Subida da Besta

É seguro que poderia continuar a publicar fotos com desafios alucinantes e paisagens fascinantes mas não pretendo acorda-lo… 😉

Vamos!

Partida

Anúncios

Um pensamento sobre “O Gigante Adamastor

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s